Segunda-feira, 9 de Junho de 2008

Popularucho

                     

Quando nas nossas aulas somos levados a tentar definir o que é uma Religião ou, de forma mais abstyracta, o que é «religião», somos confrontados com um sem número de significados, de sentidos que se misturam e que mesclam uma resposta linear e aceite por todos.

                    

Mas isso é no campo fechado da aula. Porque cá fora, no mundo das pessoas que não se preocupam com o que eu vou dizer em aulas, tudo se torna mais simples e os exemplos são, por vezes, a melhor imagem de uma definição difícil de buscar.

                   

O futebol tem sido um mundo rico nessas imagens. Os jogadores benzem-se antes de entrar no campo; outros mostram uma camisola dizendo alguma coisa parecida com "Eu sou do Senhor". Por fim, alguns treinadores e dirigentes vão à bruxa, ou mesmo outros espalham dentes de alho pelo balneário, não vá o mau olhado aparecer por aquelas bandas... muito se diz.

                  

O passado deste que é agora o desporto rei foi ainda mais próximo ao fenómeno religioso, tendo em Portugal sido parte importante na trilogia do Estado Novo a par do "Deus, Pátria e Família" lançlada por Salazar nos célebres cartazes com que terminava a "Lição de Salazar".

                 

Fátima, fado e Futebol foram o ópio de um povo que, à falta de pão e circo como em Roma, pdia mais um copinho de 3 quando o conduto faltava ao pouco pão que comia, parafraseando a célebre rábula do também ele célebre actor da época.

                  

Posto isto, basta avançar para a tal imagem prometida desde a primeira linha deste texto. Trata-se de uma montagem feita prepositadamente. Mas o simples facto de ter sido realizada é indicador do qiue o leitor entende por Religião.

                       

Fala por si:

           

                

Fonte: capa da revista Time Out.

              

Abraço a todos,

Paulo Mendes Pinto

                 

Publicado por Re-ligare às 08:58
Link do post | Comentar | Favorito

.Mais sobre Ciência das Religiões

.Pesquisar

.Posts recentes

. Ψυχή, Psychē e Fado

. A PRESENÇA AUSENTE (três)...

. A CULTURA QUE NOS REDEFIN...

. Música e Emoções - Romant...

. Biomusicologia – Definiçã...

. Natal, naTAO

. Encontro com Manuel Frias...

.Arquivos

.tags

. todas as tags

.Links

.Links

blogs SAPO

.subscrever feeds